Patrícia Reis entre os finalistas do Prémio Oceanos

Patrícia Reis entre os finalistas do Prémio Oceanos

A Construção do Vazio, de Patrícia Reis (Ed. Dom Quixote), é um dos 60 livros semifinalistas do Prémio Oceanos, que distingue obras de todo o mundo, desde que publicadas em português. Na lista agora divulgada há 16 autores de Portugal – os restantes escritores são de Moçambique, Cabo Verde e, na sua maioria, do Brasil.

Este ano foram aceites 1.364 obras para avaliação do júri, formado por 73 escritores, poetas, professores universitários, jornalistas e críticos literários – sendo 13 de Portugal, 7 de países de África e 53 do Brasil. Cada jurado tem acesso a 55 livros entre os inscritos para ler e avaliar, de modo que cada obra concorrente passe por três avaliações de diferentes jurados. Na etapa inicial, o júri escolheu 60 obras semifinalistas e agora elegerá, entre si, os integrantes do júri intermediário – que escolherá os 10 finalistas – e do júri final – que determinará os 4 vencedores do Oceanos.

A Construção do Vazio termina um ciclo de três narrativas independentes, iniciado com o romance No Silêncio de Deus(2008) e continuado no livro Por Este Mundo Acima (2011).  Um livro marcante, sobre o abuso e a violência sexual no seio da família – e também sobre a sobrevivência.

A escritora e editora Patrícia Reis integra novamente o júri do Prémio Literário do Médio Tejo, analisando as obras concorrentes na categoria “Romance”. A reunião final do júri, que inclui ainda António Matias Coelho, presidente da Associação Casa-Memória de Camões de Constância, Margarida Teodora, diretora da Biblioteca Gustavo Pinto Lopes, de Torres Novas, e Patrícia Fonseca, jornalista da Visão e diretora editorial da Médio Tejo Edições, irá realizar-se no final de setembro, para decidir quem serão os vencedores de 2018.

Fechar
×

Cart